Impressionante: Flash de câmera salva menino de um câncer terrível


Para descobrir um câncer, ás vezes, não é necessário biópsias e exames extensos. No caso deste garoto, por exemplo, foi solucionado através de uma simples sessão de fotos em família.

Em 2013, em uma sessão de fotos em família, a tia de Taylor Treadwell percebeu que o flash da câmera fotográfica tinha deixado uma marca branca e um brilho estranho no seu olho. E isso deixou a família intrigada e resolveram levar o menino no hospital.

Todos ficaram surpresos com o diagnóstico: Taylor tinha retinoblastoma, um tumor maligno que se desenvolve na retina e que é causada pela mutação de um gene no cromossomo 13. O pior de tudo é que no momento em que foi descoberto, o câncer já havia causado um grande tumor no seu olho direito e três pequenos tumores no esquerdo.


Felizmente, a equipe médica conseguiu salvar o olho esquerdo de Taylor, mas o tumor rasgou a sua retina do olho direito e causou danos irreparáveis. Depois de quatro meses de quimioterapia, o menino foi declarado em remissão.

Hoje em dia Taylor tem uma vida saudável, mesmo sendo cedo do olho direito. Os médicos dizem que, por seu olho receber fluxo contínuo de sangue, pode ser que um dia a sua retina se descole.


O caso de Taylor fez com que seus pais quisessem ajudar de alguma maneira outras crianças na mesma situação. Por isso, o menino é um dos “modelos” de uma instituição que ajuda crianças com câncer nos olhos no Reino Unido. Sua foto serve como aviso sobre a importância do flash fotográfico no diagnóstico de câncer na retina.

Se você ficou curioso em fazer o teste para ver se tem algum problema na sua retina, siga as instruções desse vídeo na sua casa:

Fonte: [ Mundo Pocket ]

Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »