10 alimentos que você consome todo dia que são falsos e você não sabia


É difícil de acreditar, mas alguns alimentos que compramos diariamente no supermercado não são exatamente o que o nome diz. Sabe aquela delícia de pipoca recheada de manteiga que você compra quando vai ao cinema? Ou então aquela cereja vermelhinha e brilhante que fica em cima do bolo do aniversário? 

Então... A pipoca por exemplo não tem manteiga, e a cereja não é de verdade. Ainda tem mais: o suco natural de caixinha feito com milhares de frutas e que não tem conservantes também é uma mentira! Assim como a casquinha de siri, o chocolate branco e uma série de outros alimentos.

Selecionamos alguns alimentos que talvez você compre todo dia, mas que não são exatamente o que o nome anuncia.



Suco de caixinha


Muitas pessoas substituem o refrigerante pelos sucos de caixinha para serem mais saudáveis. Porém, essa opção, além de ter bastante açúcar, nem sempre traz toda aquela quantidade de suco natural que se imagina. A quantidade mínima exigida de polpa de fruta nessas bebidas é de 20% a 40%, dependendo do sabor, e essa informação deve estar na caixinha!

Para não errar, leia a embalagem e escolha o seu suco baseado na quantidade verdadeira de fruta que tem lá dentro.

Bacalhau


Para início de conversa, bacalhau não é nem um peixe, mas vários. Em geral, cinco espécies podem ser vendidas com esse nome, porém o melhor de todos é o Gadus morhua (também conhecido como Bacalhau do Porto). Outros peixes também tem aquele sabor característico de almoço de Páscoa, como por exemplo o Ling, o Saithe e o Zarbo.

Porém, por eles serem mais caros, alguns estabelecimentos vendem “bacalhau” feito com peixes comuns, como por exemplo o pirarucu. Para evitar consumir o peixe errado, pergunte ao vendedor qual é exatamente o peixe que você está comprando.

Manteiga na pipoca de cinema


Essa aqui certamente vai te deixar chocado: sabe aquela pipoquinha delícia do cinema que custa uma fortuna (tem vezes que a pipoca sai mais cara do que o ingresso do filme)?! Aquela manteiga na verdade é óleo vegetal.

Quando for desembolsar uma pequena fortuna pelo pacotinho, pergunte para o vendedor se o que eles estão vendendo realmente é o que está sendo anunciado!

Pipoca Doce


Já que estamos falando de pipoca, saca essa: a pipoca doce que você compra pronta em pacotinhos não é feita de milho, mas sim de canjica!

Marrons Glacés


Esse doce caro já engana pelo nome. Quem lê, acha que está comprando um item francês, quando na verdade a origem do doce de castanha é italiana. Além disso, sua composição nem sempre é feita só com castanha, mas também apresenta batata doce para dar liga e baratear a produção.

Alpino Fast


Há alguns anos, quando foi lançado, o Alpino Fast causou revolta nos consumidores. Isso porque quem compra a bebida láctea da Nestlé supõe que o que está tomando é feito com Alpino. Porém, aquele líquido dentro da garrafinha não leva nadica do tal chocolate suíço, mas sim apenas o seu aroma.

Kani Kama


Esse lanche japonês tem cheiro e gosto de carne de caranguejo, mas na verdade é feito com uma série de espécies de peixes baratos. Além disso, apresenta amido de trigo, ovos, e uma série de itens que não são lá tão marítmos.

Cereja


Considerada uma das maiores fraudes do universo gastronômico, aquela cereja lustrosa do bolo de chocolate é feita de chuchu! Isso porque a versão original da fruta é bem mais cara. Para não errar na hora de comprar, preste atenção na aparência e preço do produto. Vai ser fácil distinguir qual realmente é a cereja de verdade.

Casquinha de siri


Casquinha de siri é tudo de bom, né?! Porém, para baratear o custo, os vendedores dos restaurantes de frutos do mar acabam colocando a ponta de um peixe chamado badejo para que o prato renda mais.

Chocolate branco


Você prefere chocolate branco, ou preto? Se respondeu que branco, sinto lhe informar que você está comendo tudo menos chocolate. A versão clarinha do produto não traz nem um pingo de cacau, mas sim um montão de gordura e açúcar. De partir o coração, não é mesmo?!

Difícil aceitar que a gente passa a maior parte da nossa vida comendo uma coisa achando que é outra. Eu já deixei faz tempo de tomar suco de caixinha e comer pipoca de cinema, simplesmente porque acho que o preço não compensa a entrega que recebemos. Acho que é nosso direito de consumidor saber exatamente o que estamos consumindo, não é mesmo?!

Fonte: [ Mundo Pocket ]

Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »