As 10 mortes mais irônicas e inacreditáveis que já aconteceram









Veja algumas mortes mais irônicas e esquisitas que já aconteceram:

10. Mulher morre no próprio funeral.


Quer falar de acordar no susto? Fagilyu Mukhametzyanov de Kazan na Rússia acordou e se viu em meio ao seu próprio funeral. A mulher teria sido declarada morta por um ataque cardíaco e sua família e amigos estavam reunidos, velando seu corpo com o caixão aberto. Ela acordou, começou a gritar e foi imediatamente levada de volta ao hospital. Infelizmente ela só viveu por mais 10 minutos.

9. Homem se afoga em festa de salva-vidas


Já é irônico o bastante que alguém se afogue em uma festa para salva-vidas, mas mais estranho ainda é que a festa estava acontecendo para celebrarem o fato de terem passado o primeiro verão inteiro sem nenhum afogamento.

Quatro salva-vidas estavam em serviço quando acharam Jerome Moody completamente vestido no fundo de uma das piscinas do Departamento de recreação de Nova Orleans. Cem convidados celebravam com outros cem convidados. (O morto não era salva-vidas).

8. Advogado que tentava provar que janela era inquebrável, despenca com ela


Gary hoy era um advogado exibido que gostava de aparecer para seus estagiários. Em 9 de julho de 1993, diante de um grupo de estudantes, ele se atirou contra uma janela no topo do Toronto-Dominion Center para provar que ela era inquebrável. Essa era uma pegadinha que Hoy gostava de aplicar em novos estagiários todos os anos, entretanto, dessa vez a armação de aço da janela cedeu, causando um auto-defenestração do advogado, na frente do grupo, por sua vez, horrorizado.

7. Proprietário da empresa Segway morre em acidente de Segway


Essa ironia é um pouco cruel. O britanico proprietário da empresa Segway, Jim Heselden, morreu depois de cair de um penhasco enquanto pilotava um de seus carrinhos.

O Sr. Heselden estava dirigindo um dos veículos bicículos para transporte humano quando ele perdeu o controle e foi lançado à 12 metros de um penhasco, causando então sua morte.

6. Mulher morre enquanto ouve ‘Happy’ e…


Há tanta ironia e tanto a se aprender com essa tragédia… Courtney Ann Sanford pereceu em um acidente automobilístico, após irar uma selfie e postar no Facebook enquanto dirigia.

A parte irônica é que ela estava ouvindo o hit ‘Happy’ do Pharell Williams e postando “Musica feliz me deixa FELIZ.” Segundos depois ela bate em um caminhão de lixo, seu carro pega fogo e bate em uma árvore.

A policia não tinha certeza da causa do acidente inicialmente (Nenhuma droga ou bebida estavam presentes no cadáver) até que seus amigos os informaram sobre o status do Facebook.

5. Condenado ao corredor da morte é eletrocutado acidentalmente.


Lawrence Baker, condenado à morte por assassinato em primeiro grau em 1979, foi salvo do corredor da morte em 1987 e re-sentenciado a prisão perpétua em uma cela comum. Entretanto, isso não o impediu de morrer eletrocutado na cadeia. (Do vaso sanitário de alumínio na sua própria cela). 

Baker estava assistindo TV e usando um fone de ouvido artesanal quando sentou-se ao trono. Aparentemente os fios do fone entraram em curto-circuito, transmitindo ao preso uma corrente fatal. (Outro condenado a morte, Michael Anderson, sofreu um incidente parecido).

4. Político morre em encenação para despertar a simpatia de eleitores.


Em 1979, Nitaro Ito, era um político ascendente no Japão, mas não estava indo bem nas pesquisas. Ele sentiu que precisava de um empurrãozinho para conquistar a simpatia dos eleitores e assim conseguir mais votos para a campanha. Ito, então, decidiu contratar um funcionário para socar-lhe a cara e então ele esfaquearia a própria perna para intensificar o drama.

Infelizmente o golpe baixo acabou sendo um golpe fatal. Durante o pseudo-ataque, Ito rompe acidentalmente uma artéria importante de sua própria perna e sangra rapidamente até a morte.

3. Primeira pessoa a propor alimentos orgânicos, morre de ataque cardíaco


J.I. Rodale foi o pioneiro a defender comidas orgânicas. Ele também duvidava muito da medicina tradicional, e inventou diversas curas organicas através de alimentos, inclusive a poliomielite.

Em 7 de junho de 1971 apareceu no programa de Dick Cavett, dizendo que ele tinha decidido viver até os 100 anos e que nunca havia se sentido melhor. Porém, enquanto estava sentado no sofá e Cavett entrevistava um segundo convidado, Rodale sofreu um infarto fulminante e morreu ao vivo no ar aos 72 anos.

2. Homem morre em acidente de moto em protesto contra o uso de capacetes.


Phillip A. Contos era contra a lei que obriga o uso de capacetes, e decidiu de unir a um “passeio” onde 550 outros motoqueiros se uniam para protestar contra essa obrigação. 

Durante o protesto, Contos perdeu o equilíbrio e acabou sendo jogado por cima do guidão de sua Harley Davidson direto no cimento. Os médicos concluíram que se ele estivesse usando um capacete, teria sobrevivido.

1. Saltador de BASE morre enquanto homenageia amigo morto em acidente.


O salto de BASE (pára-quedas partindo de um ponto fixo) é considerado um esporte extremamente perigoso com 242 mortes desde 1981. Duas dessas fatalidades aconteceu com Alvaro Bultó Sagnier, um ator espanhol que morreu enquanto saltava dos Alpes, e um chef famoso Darío Barrio. Barrio morreu enquanto fazia um salto similar ao que matou Sangier, que ele fez na intenção de homenagear o amigo falecido.

Fonte: [ Lista10 ]

Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »