16 coisas sobre videogames que as crianças de hoje nunca experimentarão

Você aí, que cresceu nos anos 2000, não sabe como foi dura a vida dos gamers nos anos 90, quantas bolhas tivemos nos dedos, quanta grana gastamos em pilhas e cartuchos piratas, e quantas vezes tivemos que assoprar cartuchos.


Na lista abaixo você encontrará algumas das peculiaridades que marcaram a vida de muitos de nós enquanto assumíamos o papel de Mario, Sonic, Link, e tantos outros heróis dos video games.

1. A majestade dos cartuchos dourados.


Só um jogo como A Lenda de Zelda poderia vir em ouro.

2. Controles que são conectados a um console COM UM CABO.


Sempre batia um pânico quando alguém tinha que passar sobre esses cabos.

3. A dura realidade dos cartuchos piratas.


4. Deixar o seu jogo pausado a noite inteira porque o recurso “salvar” ainda não existia.


“MÃE! NÃO DESLIGA! EU ESTAVA NO MEIO DO– NÃOOOOOOOOO!”

5. E quando eles existiam, você tinha que lembrar destas senhas ridículas.


6. Jogos com uma vida só.


Isso era tudo o que você tinha. UMA VIDA. Eu te odeio Double Dragon III.

7. Ter que ser um cirurgião para fazer os cartuchos funcionarem.


ALGUÉM ME DÊ UM COTONETE E UM POUCO DE ÁLCOOL! IMEDIATAMENTE!

8. Máquinas de fliperama em lojas de conveniência.


9. Bolhas nos seus dedos de tanto jogar Street Fighter usando um D-Pad.


10. A incompetência inacreditável de R.O.B. o Robô, o jogador 2 feito pela Nintendo.


11. Teclados nos controles.


12. Esta rivalidade definitiva dos anos 90 entre Mario e Sonic.



13. Jogar videogames apenas para escutar as lindas trilhas sonoras em 8-bits deles.


14. O prazer doentio de fazer um fatality no Mortal Kombat para o Sega Genesis.


15. Ter que investir em pilhas de verdade.


16. E finalmente, ASSOPRAR OS CARTUCHOS!



Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »