Mulher é empurrada na frente de um trem e perde um braço [Vídeo]

O artigo a seguir foi publicado recentemente pelo portal R7


A mulher que foi jogada na frente de um trem do metrô está internada na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) em estado estável. Ela está consciente e respira sem ajuda de aparelhos. Maria da Conceição de Oliveira, de 28 anos, perdeu o braço direito no acidente que aconteceu no dia do aniversário dela. Segundo a assessoria de imprensa da Santa Casa de São Paulo, ela também fraturou a coluna cervical. A polícia tenta identificar e prender o homem que cometeu a tentativa de assassinato. 

As câmeras de vigilância flagraram o momento do acidente na estação Sé do metrô, no centro de São Paulo, e a fuga do criminoso. A câmera da cabine de comando do maquinista registrou o momento em que ela foi empurrada por um homem. A plataforma estava lotada de passageiros. Depois da agressão, o homem fugiu pelos corredores da estação e passou pela catraca. A aeroviária Jussara Costa viu tudo. 

— Ele saiu do lugar onde ele estava e simplesmente se aproximou e empurrou. Só tive tempo de olhar para ver se tinha possibilidade dela sobreviver. E a sensação que tive é que o trem passou por cima dela. 

De acordo com o marido da vítima, Kléber Siqueira, ela estava preocupada com a perda do braço. 

— Ela falou: "E agora, perdi meu braço. Eu falei que prefiro ela sem o braço, mas com o coração funcionando, que é o mais importante pra mim.

Outro acidente

No mesmo dia, aconteceu outro acidente com uma mulher, de 38 anos, desta vez, na estação da Luz, também no centro de São Paulo. Ela se envolveu em uma confusão com agentes de segurança que a impediram de entrar no vagão preferencial. Ela bateu a cabeça no trem que se aproximava da plataforma. A mulher alegou estar grávida para ter acesso ao vagão. Ela está internada em estado grave. O exame que pode comprovar a gestação não foi divulgado a pedido da família.

Veja o vídeo do momento do acidente:

Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »