Estudos descobrem que 2 exoplanetas estão cobertos de nuvens

Impressão artística mostra como seria um exoplaneta coberto de nuvens. Foto: Space Telescope Science Institute/Nasa / Divulgação

Pesquisas divulgadas na revista especializada Nature na terça-feira descobriram que dois planetas fora do Sistema Solar estão envoltos em nuvens. Contudo, os cientistas acreditam que as nuvens desses corpos não tem nada em comum com as da Terra. 

Um dos exoplanetas, um pouco maior que a Terra, é chamado de GJ 1214b. Em 2010, cientistas tentaram descobrir a composição da atmosfera do corpo quando ele passou em frente a sua estrela. Contudo, eles não conseguiram registrar nada. 

Isso poderia significar duas coisas: que a atmosfera dessa "superTerra" é composta basicamente de moléculas mais pesadas, como água, ao invés de hidrogênio. Isso significaria que a atmosfera seria densa e comprimida, fina demais para ser registrada pelos telescópios. A outra possibilidade era de que nuvens bloqueassem o registro. 

Um time liderado por Laura Kreidberg, da Universidade de Chicago, usou o telescópio Hubble para registrar 15 passagens de GJ 1214b em frente a sua estrela no espectro do infravermelho próximo. Isso gerou dados suficientes para indicar que o planeta não tem uma atmosfera rica em água. Sobram as nuvens como explicação.​ 

As nuvens, contudo, não são nada parecidas com as da Terra. Devido à temperatura e pressão em GJ 1214b, elas devem ser compostas de sulfureto de zinco ou cloreto de potássio. "É a primeira vez que conseguimos caracterizar a atmosfera de um exoplaneta menor que Netuno", diz Laura. 

Um estudo muito similar - também utilizando o Hubble -, liderado por Heather Knutson do Instituto de Tecnologia da Califórnia (Caltech), descobriu que GJ 436b, um exoplaneta de tamanho similar ao de Netuno, também é coberto de nuvens. 

Fontes: [ Astronews/Terra ]
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »