Meteorito que aniquilou dinossauros pode ter levado vida para o espaço


Um grupo de investigadores da Universidade da Pensilvânia apresentou à sociedade científica um artigo que atribui à Terra o papel de mãe de todo ser vivo que possa vir a ser encontrado em nosso sistema planetário.

Segundo publica nesta segunda-feira o portal RT, os autores do trabalho partem da hipótese de que a vida fora do nosso planeta pode ter evoluído a partir de micróbios terrestres que teriam chegado a outros locais a bordo de pedras que teriam sido lançadas ao espaço pelos fortíssimos impactos de meteoritos contra a Terra.

De acordo com a publicação, o estudo está baseado na teoria da panspermia cósmica, surgida na Grécia provavelmente no século V a.C., e que acredita que formas de vida primitiva chegaram à Terra deste mesmo modo.

Agora, os autores fazem uma inversão nos papeis, e indicam que nosso planeta pode ter fornecido material orgânico para o espaço a partir de impactos poderosos, como o que acabou ocasionando a extinção dos dinossauros. A explosão do meteorito sobre a superfície terrestre pode ter lançado 70 milhões de toneladas de pedras ao espaço, algumas das quais podem ter ido parar em outros corpos celestes do sistema solar.

Fontes: [ AstroNews/Terra ]
Autor:

Vinicius Delmondes



Artigo:

Data: 17/12/2013

Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »