Cometa ISON reaparece!


Ontem (29) noticiamos que o cometa ISON se desintegrou ao passar perto do sol, mais, aparentemente, o Cometa ISON sobreviveu à passagem pelo Sol! Os cientistas diziam que as imagens obtidas ontem pelos observatórios espaciais apenas mostravam um rasto de poeira que saía do outro lado do Sol. "Parece que o Cometa ISON não sobreviveu a esta jornada," realçava Karl Battams, cientista solar da Marinha dos EUA, num Hangout do Google+

À medida que o ISON mergulhou na direção do Sol, provavelmente começou a se despedaçar, mas sem soltar fragmentos gigantes, mas pelo menos razoavelmente grandes. Acabou por perder por completo a sua cabeleira e cauda, tal como o Lovejoy em 2011.

Ontem à noite, a sonda SOHO mostrava apenas uma corrente fina e longa de poeira. Era esperado o cometa reaparecer em imagens do SDO (Solar Dynamics Observatory) em seguida, mas quatro horas depois ainda não haviam quaisquer sinais.

Nisto, eis que emerge do Sol um pequeno mas coerente núcleo, que voltou a libertar poeira e gás, e a aumentar também de brilho. Pelo menos por enquanto.

O destino do cometa ainda não é totalmente certo. Ainda não se sabe se o ISON está inteiro ou se é apenas uma fração (ou várias) do que já foi. Só o tempo dirá se permanece vivo ao longo dos dias seguintes, e caso sobreviva, se será visível no céu e qual será o seu brilho.

O cometa media pouco mais de 1 km quando passou a 1,6 milhões de quilômetros do Sol, o que em termos espaciais significa que basicamente "roçou" a nossa estrela.

O ISON foi avistado pela primeira vez por um telescópio russo em Setembro do ano passado. Composto por gelo e poeira, o cometa era essencialmente uma "bola de neve" suja oriunda da nuvem de Oort, uma área de cometas e detritos nos confins do Sistema Solar.

Há dois anos, o Cometa Lovejoy roçou o Sol e sobreviveu, mas fragmentou-se dois dias depois. É por isso que havia alguma esperança que o ISON conseguisse sobreviver o periélio, porque tinha 10 vezes o seu tamanho.

Veja uma animação com fotos da sonda SOHO mostrando a passagem do cometa pelo Sol:


Fontes: [ Astronews/Nasa ]
Autor:

Vinicius Delmondes



Artigo:

Data: 30/11/2013
Mistérios Do Mundo
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »